Essa talvez seja uma das situações mais óbvias mas também a mais neglicenciada! Quando o aporte financeiro começa a bater na conta bancária conforme o cronograma físico-financeiro, é quando aparece as “necessidades não planejadas”! Soma-se a isso o sonho da sede própria da empresa, com um tapete na porta de entrada com a logomarca, móveis e mesas sob-medida e por ai vai. Passei por isso, e felizmente, por um problema burocrático com a imobiliária, foi necessário iniciar as atividades da empresa em um espaço de coworking.

No início olhei de cara feia, mas posso afirmar com propriedade que tem sido uma incrível experiência. Uma vibe completamente diferente do que eu imagina e com muito mais prós do que contra para o início do projeto. Coworking merece um post a parte! Enfim, foco-foco-foco no objetivo final da empresa! É para lá que deve ser focado todo o recurso financeiro! Se uma cadeira com maior qualidade fará o colaborador ter maior produtividade e acelerar a entrega do produto, é para lá que deve ir o recurso financeiro!

Lembre-se, o Foco deve ser sempre no que motiva você a levantar todos os dias da  cama e ir com empolgação e alegria para o trabalho!